O que é psicologia organizacional e do trabalho?

Um dos focos da psicologia dentro das empresas está na melhora da produtividade e do lucro da empresa.

Inicialmente, a função do psicólogo que atuava nesse ramo era exclusivamente conseguir profissionais adequados para cada função dentro da empresa. Com o tempo, percebeu-se que a produtividade do ser humano e a da organização estavam diretamente ligadas, e a partir daí, começou a preocupação não apenas com a empresa, mas também com seus funcionários e sua qualidade de vida. Foi dessa forma que surgiu a Psicologia Organizacional e do Trabalho.

Psicologia Organizacional x Psicologia do Trabalho qual a diferença?

Embora as duas estejam interligadas, elas não são exatamente a mesma coisa.

Psicologia Organizacional

psicologia organizacional tem como foco manter o ambiente de trabalho saudável. Para isso, foca no desenvolvimento dos profissionais de maneira geral e na solução de problemas ligados à gestão de pessoas. Pode ser trabalhada de diversas maneiras, como, por exemplo:

  • Atração e retenção de talentos: Os processos de recrutamento e seleção são o foco principal dos profissionais que trabalham com a psicologia organizacional. Essas pessoas são responsáveis por elaborar e conduzir todo processo de recrutamento e seleção.
  • Gestão de conflitos: Como o psicólogo organizacional estuda a fundo as competências ideais para cada cargo, participa dos processos de recrutamento e seleção, e aplica testes de personalidade, ele acaba por conhecer cada colaborador de maneira mais profunda. Nesse sentido, com conhecimento sobre a personalidade dos colaboradores e a habilidade em cruzar essas características com o perfil do negócio permite que a empresa assuma uma postura preventiva, evitando os problemas de relacionamento entre as equipes. 
  • Estímulo à capacitação: A psicologia organizacional também se faz presente nos programas de treinamento e desenvolvimento dos colaboradores. Psicólogos organizacionais têm a missão de tornar os times cada vez mais capacitados.
  • Avaliação do plano de cargos e salários: A avaliação do plano de cargos de salário também tem envolvimento da psicologia do trabalho, pois, é um elemento crucial na motivação dos trabalhadores.

Psicologia do Trabalho

A psicologia do trabalho, por sua vez, aplica ferramentas de desempenho, trabalham as metas para lideranças e a comunicação interna. A principal função da psicologia do trabalho é estudar quais as formas de melhorar a qualidade de vida dos profissionais no ambiente de trabalho. É exatamente por isso que ela é tão importante para as organizações, afinal, é no trabalho em que passamos a maior parte de nossas vidas.

Entre suas tarefas estão:

  • Comunicação interna: Os ruídos na comunicação interna são vilões da produtividade, do absenteísmo e da rotatividade e é tarefa do psicólogo do trabalho encontrar os meios mais adequados para passar as mensagens, de acordo com o organograma e com o perfil dos colaboradores.
  • Metas para os líderes: Os resultados das ações realizadas no âmbito da psicologia do trabalho não se limitam aos colaboradores, mas atingem as lideranças de maneira positiva. Quando os colaboradores aumentam a sua performance, as lideranças também melhoram seu desempenho de maneira quase que automaticamente. Isso acontece porque a psicologia do trabalho também estabelece metas aos líderes e os prepara para participar dos processos de feedbacks e o processo passa a ser ainda mais claro e preciso.
  • Aplicação de ferramentas de desempenho: Para que uma empresa descubra se suas estratégias estão sendo bem-sucedidas, é necessário aplicar métricas de avaliação. Na gestão de pessoas, essa avaliação é feita medindo o desempenho dos colaboradores, onde se relaciona a produtividade com as metas estabelecidas. Além de acompanhar o progresso dos profissionais, a avaliação de desempenho deve estar vinculada a políticas de feedback, para que os colaboradores possam aprimorar sua performance.

Chegamos ao final desse conteúdo! Agora já está claro que a psicologia organizacional e do trabalho se complementam, e seus recursos são mais que necessários para empresas que se preocupam com a gestão de pessoas.

Enquanto a psicologia organizacional trabalha o papel do capital humano para o crescimento da empresa, a psicologia do trabalho se preocupa com as questões das pessoas no ambiente de trabalho. Aproveite esse momento e leia também sobre como fazer uma divulgação de vaga de forma mais assertiva.

Entre em Contato com a Skeel

Abrir WhatsApp
Precisando de ajuda?