Vieses no processo seletivo: 5 dicas para minimizar

Reduzir os vieses no processo seletivo é um grande desafio, mas os departamentos de Recursos Humanos mostram-se cada vez mais interessados em mudar esses processos, tentando minimizar os preconceitos inconscientes dentro das empresas.

Por mais que líderes e recrutadores se esforcem a serem imparciais e focar em habilidades, sejam técnicas ou comportamentais, abrir mão dos vieses que levam à preferência de determinados perfis de candidatos é difícil, justamente por serem inconscientes. 

O que é um viés inconsciente?

O seu cérebro e o seu inconsciente sabem mais do que você imagina. Ele é capaz de armazenar uma quantidade imensurável de informações e funciona num “modo automático” para trazer mais praticidade no seu dia-a-dia. Dessa forma, seu inconsciente é capaz de influenciar na sua tomada de decisões e em comportamentos rotineiros. Nesse sentido, é muito comum que as pessoas construam vieses em relação à diversas características, que podem ser:

  • De gênero
  • Raça
  • Orientação sexual
  • Deficiência
  • Origem
  • Religião
  • Características físicas e até características invisíveis

Por conta desses vieses, surgem crenças enraizadas e irreais que impactam diretamente em tudo que fazemos, por isso reduzir o viés inconsciente no processo seletivo é o primeiro passo para a diversidade no mercado de trabalho.

O conceito de viés inconsciente diz respeito a todos os fatores inconscientes (às vezes conscientes) que podem levar uma pessoa a ser excluída de um processo seletivo, por qualquer razão que seja, exceto por uma razão que não seja relevante para a vaga.

Tipos de vieses

Os vieses podem refletir em uma cultura empresarial um pouco rígida e as vezes impactar negativamente na percepção dos candidatos que estão concorrendo a vaga. Hoje trouxemos os 3 vieses inconscientes mais comuns nos processos seletivos:

Viés de Atribuição

Viés de atribuição é um fenômeno em que o individuo tenta entender ou julgar o comportamento de uma pessoa com base em observações e interações anteriores que teve com esse indivíduo que compõem sua percepção dele.

Embora isso possa parecer distante, os seres humanos são rápidos em julgar e assumir falsamente coisas sobre uma pessoa sem conhecer sua história completa. Ao contratar, o viés de atribuição pode fazer com que os gerentes e recrutadores determinem um candidato como inadequado para a vaga devido a algo incomum em seu currículo ou comportamento inesperado durante a entrevista.

Viés de Afinidade

Também conhecido como viés de semelhança, é definido como a tendência que as pessoas têm de se conectar com outras pessoas que compartilham interesses e experiências semelhantes.

Quando as equipes de contratação conhecem alguém de quem gostam e que sabem se dar bem com a equipe, é mais frequente porque essa pessoa compartilhe interesses, experiências e antecedentes semelhantes, o que não ajuda a sua equipe a crescer e diversificar. Embora as semelhanças não devam desqualificar um candidato, elas também nunca devem ser o fator decisivo.

Viés do Efeito Halo

O efeito halo é a tendência que as pessoas têm de colocar outra pessoa como referência a partir de algo impressionante ou que se destaque.

O efeito halo pode entrar em ação em qualquer estágio do processo de contratação. Você pode ver um candidato trabalhando em uma empresa conceituada ou julga-lo por uma certificação super importante, pressupondo que a sua habilidade fale por meio dos aspectos do seu currículo. Isso acontece ao contrário também, quando julga, por exemplo, uma pessoa que ficou doente durante 1 ano e que por conta disso possui um “gap” no currículo.

Viés da Conformidade

Viés de conformidade é a tendência que as pessoas têm de agir de maneira semelhante à pessoas ao seu redor. Se você tenta incluir mais pessoas num processo decisório, como por exemplo na entrevista do candidato com a equipe de colaboradores, o viés de conformidade pode fazer com que alguém da equipe influenciem sua opinião sobre um candidato para corresponder à opinião da maioria. O problema é que a maioria nem sempre está certa, o que pode fazer com que sua equipe perca um excelente candidato, porque as opiniões individuais ficam confusas em um ambiente de grupo.

Viés de Contraste

É um dos tipos de vieses mais comuns no recrutamento e seleção, pois acontece quando você compara duas ou mais coisas com as quais entrou em contato, seja simultaneamente ou uma após a outra, fazendo com que você exagere na percepção de contraste de uma com a outra.

Ao analisar muitos candidatos, pode parecer ser fácil comparar-los e determinar qual é o melhor do outro. Uma entrevista excepcionalmente boa pode fazer a próxima parecer terrível, e é ai que mora o problema, não é mesmo?!

Como evitar vieses no processo seletivo

vieses

Os vieses inconsciente tem sido um dos fatores que deixam a experiência do candidato ou colaborador negativa. A melhor maneira de impedir esses preconceitos inconscientes é tomar consciência deles e tomar medidas para evitá-los no recrutamento, contratação e experiência do colaborador.

Falar sobre viés inconsciente incomoda e muitas vezes, pode ser motivo de resistência, mas refletir sobre isso e conscientizar a empresa ajudará sua equipe de RH a construir um local de trabalho mais diversificado, inclusivo e reforçar a marca empregadora.

Empresas de software de recrutamente e seleção tem ajudado a minimizar os impactos dos vieses com a utilização da inteligência artificial, visto que não existe parcialidade nem sentimento que possa ser avaliado por ela. A avaliação dos candidatos é feita pelas suas qualificações e afinidade cultural, já que o mais importante é a sintonia entre a cultura de trabalho da empresa e do candidato. 

Esse tipo de softwares de recrutamento inteligente que favorece o “match” entre empresas e candidatos são mudanças possíveis graças à tecnologia, que é uma uma grande tendência nos departamentos de Recursos Humanos. 

5 dicas para um processo seletivo livre de vieses

O primeiro passo para redução dos vieses é ter consciência de que existe um problema a ser resolvido. Extinguir os vieses por completo é uma tarefa continua e exigente.

Muito se fala em seleção às cegas, mas caso você não se adapte a esse processo, separamos 5 dicas que vão ajudar você a diminuir o impacto dos vieses no seu processo seletivo.

  • Esteja atento a descrição do cargo e divulgação da vaga, tente focar nas prioridades e competências, evitando palavras sexistas.
  • Sempre que possível, realize testes que reflitam as atividades da vaga para que o desempenho entre os candidatos seja comparável por seus resultados em relação ao mesmo ponto de análise.
  • Faça entrevistas estruturadas, ou seja, faça as mesmas perguntas para todos. Invista em perguntas técnicas e não pessoais.
  • Antes de reunir sua equipe de contratação para analisar um candidato, peça que todos anotem e enviem suas opiniões individuais separadas umas das outras imediatamente após o término da entrevista.

É importante ressaltar que o RH da empresa não deve apenas se preocupar em quem está entrando na empresa. É preciso também criar condições para que as minorias cresçam na carreira, promover a equidade envolve comunicação e treinamentos em campanhas de conscientização com toda equipe.

Como conclusão, a ideia é tornar o ambiente de trabalho agradável para todos, através de avaliações e contratações assertivas e justas, considerando aquilo que realmente importa e por isso contar com a tecnologia nos processos seletivos pode ser uma forma eficiente de selecionar candidatos com base em suas habilidades e competências reais.